Ataques ransomware: Episódios mais comuns e destrutivos

Ultimamente, presenciamos casos marcantes de ataques ransomware. Por exemplo: O caso do oleoduto norte-americano, Colonial Pipeline, que causou pânico na compra da gasolina (e custou, em média, $ 170.000 de prejuízo).

Além desse, outro episódio marcante foi da JBS, que interrompeu o fornecimento doméstico de carne bovina (e custou, em média, $ 15 milhões para a empresa). 

E, ainda em 2021, acompanhamos a loja de departamentos Renner, que passou por um grande tempo de indisponibilidade nos sites e serviços devido a um ataque ransomware. Além da indisponibilidade e prejuízo nas vendas, os hackers responsáveis exigiram US$ 1 bilhão para resgate dos dados.


Vamos falar dos dados de ataque ransomware?

 

  • 65 mil

  • Quantidade em 2020, somente nos EUA. Isso equivale a mais de 7 ataques por hora;

  • 154,4 milhões

  • Em dados globais, apenas entre janeiro e abril de 2021;
  • 90%

  • Equivalente ao aumento de ataques ransomware, em 2021, se comparado com o mesmo período em 2020;
  • 4 mil

  • Número de ataques ransomware relatados em 2020, apenas no Brasil.

Além desses dados alarmantes, também vale ressaltar que a elaboração das técnicas para executar os crimes cibernéticos estão cada vez mais sofisticadas. Logo… Contra dados, não há argumentos. Esses acontecimentos são a prova da urgência em discutir o assunto e encontrar formas de proteção.

Todos podem ser alvos: Os cibercriminosos não se importam com o porte da empresa

Embora esses acontecimentos chamem mais a atenção da mídia quando direcionados a grandes organizações, as pequenas e médias empresas correm um risco maior de ataques de ransomware, já que, geralmente, gastam menos com segurança digital do que as empresas maiores.

Mas, como esse tipo de ataque acontece na prática?

O passo a passo para o desastre é simples:

  • 1. Primeiramente, você abre um e-mail comum;
  •  
  • 2. Porém, o e-mail era uma armadilha para instalação de um arquivo malicioso;
  •  
  • 3. Em seguida, o vírus contamina sua máquina e trava todas as outras que estavam conectadas na mesma rede de Internet;
  •  
  • 4. Bônus! Você tem um backup para seus dados. Então, tudo certo, né?
  •  
  • 5. Nem tanto… Seus backups primários foram criptografados. Por conseguinte, o ataque ransomware também se espalha pelo backup;
  •  
  • 6. Por fim, não há como recuperar a cópia dos dados. Vitória dos hackers… Pagar um resgate parece ser a única solução.

Itallo Ramon, nosso Gerente de Suporte e Data Center, resumiu em 1 minuto como acontece um ataque ransomware:

 

Compreendeu, né? Agora, você precisa saber como se prevenir disso tudo. Então, confira informações relevantes e boas práticas para sua segurança digital. 

Guia prático para prevenção de ataques de ransomware

Dicas básicas (para serem aplicadas ASAP)

  • – Sistemas de autenticação em dois fatores são sempre bem-vindos;

  • – Atualize sempre os produtos de segurança e programas;

  • – Nunca clique em links suspeitos.

Mais 3 elementos essenciais 

  • – Cloud Backup: Uma solução de backup 100% gerenciada. Além de reduzir o custo de manter um servidor local também protege sua empresa dos riscos de perder todos os dados por problemas técnicos ou ataques virtuais;

  • Cloud Monitor: Monitoramento completo de toda a sua infraestrutura de TI. Não importa onde ela esteja, das mais simples às mais complexas, de acordo com a sua necessidade;

  • Suporte 24x7x365: Uma equipe capacitada e sempre à disposição para entender suas necessidades. Disponibilidade o tempo todo para auxiliar quando for necessário!

Por fim… O diferencial para te deixar 100% blindado contra ataques de ransomware

  • Estratégia de Backup 3-2-1-0

As medidas de prevenção são críticas para evitar essa catástrofe de segurança de dados. Por isso, empresas inteligentes seguem a regra 3-2-1-0 para fazer backup de suas operações. 

A regra 3-2-1-0 recomenda manter 3 cópias de seus dados, que devem ser armazenados em 2 tipos de mídia, com 1 cópia disponível externamente, igualando 0 erros durante o processo de backup. Então: O backup, do backup, do backup. Ou seja…

estratégia backup 3-2-1-0

Quer entender um pouco mais sobre como reduzir os ataques ransomware para sua empresa? Confira nosso #HostDimeLabs.

Porém… Obter cópias de segurança disponíveis externamente é algo que muitas empresas adiam, por conta das restrições de largura de banda, grandes volumes de dados e as despesas para construir tal solução de backup. Quer saber a boa notícia? Estas são preocupações ultrapassadas.

 

Backup de nuvem gerenciado da HostDime

Com o serviço de backup em nuvem gerenciado da HostDime, desenvolvido pela Veeam, sua empresa dominará a regra 3-2-1-0 configurando backups programados, armazenando-os em vários tipos de mídia e mantendo uma cópia de backup fora do local.

Te explicamos em 3 motivos o porquê esta solução é a prevenção perfeita contra ataques de ransomware:

  • 1. Os dados são mantidos seguros e recuperáveis ​​no caso de um ataque;
  • 2. Cópias de backup imutáveis ​​garantem que os dados estejam seguros e não possam ser modificados ou excluídos;
  • 3. Nenhum gerenciamento de dados adicional é necessário para tornar as cópias de backup seguras contra ransomware;

O backup em nuvem da Veeam é baseado na infraestrutura de alta disponibilidade e tolerância a falhas da HostDime, que fornece operação contínua. Além disso, o sistema é conectado a uma alimentação dupla e a vários nobreaks, proporcionando um tempo de atividade garantido, caso você precise depender de seu backup.

Esteja um passo à frente de qualquer risco! Aproveite nosso data center para se proteger e oferecer o máximo de tranquilidade. Fale com um dos nossos especialistas, em uma consultoria totalmente sem compromisso, e veja a solução de backup ideal para você.

Por fim… Você também pode gostar desse conteúdo: